Zack Snyder e Rebel Moon estão discutindo sobre a maior bilheteria nos cinemas

0
13
Rebel Moon


Zack Snyder compartilha sua visão crítica sobre o sucesso de Rebel Moon nos cinemas, ao liderar os filmes de maior bilheteria de 2023.

Num mundo onde as telas de cinema e as plataformas de streaming competem ferozmente pela nossa atenção, Zack Snyder se vê no centro de uma tempestade na mídia e defende seu mais recente épico espacial, Rebel Moon. O cineasta, conhecido por sua audácia visual e narrativa, fez recentemente uma declaração que incendiou a emissora: disse que seu trabalho poderia ter arrecadado US$ 1,6 bilhão se tivesse sido lançado nos cinemas.

Em uma conversa com Joe Rogan, Snyder começou: “Pense nisso, cerca de 90 milhões de visualizações… são cerca de 160 milhões de pessoas que viram Rebel Moon”. Com base no preço médio do ingresso de US$ 10, Snyder conseguiu uma bilheteria que poderia ultrapassar o valor bruto de US$ 1,5 bilhão da Barbie. Embora, em princípio, o cálculo pareça uma simples comparação de números, por trás dele está uma crítica à forma como medimos o sucesso na era digital.

Lua Rebelde

Resposta às críticas: defesa digital

Não demorou muito para que vozes de todo o espectro cultural questionassem a lógica de Zack Snyder, enganadas por seus cálculos brilhantes. Porém, em entrevista recente ao io9, o diretor esclareceu que seus comentários são baseados em informações fornecidas pela Netflix e não são declarações pessoais. “As pessoas dizem que sou louco, mas estou apenas fazendo contas com os dados que me fornecem”, disse Snyder, parecendo sugerir uma reflexão mais profunda sobre o valor e a precisão de analisar métricas em plataformas de streaming.

Além dos números, o lendário diretor abordou um assunto mais importante: o significado cultural dos lançamentos nos cinemas versus o streaming. “O verdadeiro impacto cultural de um filme ainda é medido na sala de cinema”, disse ele. Segundo Snyder, embora Rebel Moon tenha alcançado um número impressionante de espectadores, a experiência coletiva e o zeitgeist cultural ainda vivem no sistema de ir ao cinema.

Lua RebeldeLua Rebelde

Qual é a definição de sucesso cinematográfico hoje?

Apesar das críticas e controvérsias que suas declarações suscitaram, Zack Snyder não nega Rebel Moon ou seu sucesso na Netflix. A discussão desencadeada pelos comentários destaca uma mudança na indústria do entretenimento: deveríamos continuar a valorizar os filmes apenas pelas receitas de bilheteria ou é hora de aceitar que as novas plataformas fornecem um barômetro mais preciso de sucesso e alcance?

Embora Rebel Moon possa não eclipsar a Barbie em termos de receita tradicional de bilheteria, o trabalho de Snyder convida a uma reavaliação de como percebemos e valorizamos os filmes em uma época dominada pelo streaming. A conversa é sobre e além dos números, talvez o mais importante seja o quão conectados estamos às histórias que nos são contadas de qualquer forma.

Lua RebeldeLua Rebelde

Zack Snyder busca não apenas transformar as bilheterias com Rebel Moon, mas também estabelecer um vasto universo cinematográfico que possa rivalizar com as maiores franquias da atualidade. O objetivo é claro: criar uma saga que não apenas divirta, mas também provoque reflexão sobre questões contemporâneas da ficção científica. Com Rebelião – Parte Dois: Espantalho lançado agora, Snyder planeja se aprofundar nos personagens e estabelecer a mitologia, prometendo uma abordagem mais ousada e visualmente atraente. Este universo é um compromisso com um legado duradouro no cinema, procurando captar e manter a atenção dos fãs através de múltiplos episódios.