Home Series Gina Carano acusa a Disney de filmar Disney de The Mandalorian com a ajuda de Elon Musk.

Gina Carano acusa a Disney de filmar Disney de The Mandalorian com a ajuda de Elon Musk.

0
Gina Carano acusa a Disney de filmar Disney de The Mandalorian com a ajuda de Elon Musk.


O processo de Gina Carano afirma que ela foi expulsa do The Mandalorian por causa de suas opiniões políticas.

Gina Carano, a Kara Dunn de The Mandalorian, entrou com uma ação judicial contra a Disney por ter sido demitida da franquia Star Wars.

Gina Carano vai lutar.

Kara Dunn vem ganhando lentamente mais destaque no universo Star Wars, chegando a haver rumores de que ela seja uma personagem-chave em um dos programas cancelados da franquia. Porém, com a saída de Gina Caron em fevereiro de 2021, a personagem desapareceu da saga. A atriz partiu para uma série de publicações com foco em questões políticas.

Agora Carano está reagindo e entrou com uma ação no tribunal federal da Califórnia, alegando discriminação com base em suas opiniões políticas. A atriz disse que suas postagens foram deturpadas porque “não se enquadravam na narrativa aceita na época”. Um ponto importante sobre o processo é que ele é financiado por Elon Musk. Este financiamento não deveria ser uma grande surpresa, já que Musk prometeu pagar as contas legais de qualquer pessoa com provas de discriminação nos seus comentários no Twitter.

Carano também destacou que co-estrelas com opiniões políticas diferentes não eram tratadas igualmente pela Disney. Este comentário refere-se a uma postagem de 2017 de Pedro Pascal comparando Donald Trump a Adolf Hitler.

Além disso, a ação menciona que a Disney pediu à atriz que tomasse uma série de medidas para remediar a situação, mas as considerou inaceitáveis. Isso incluiu pressionar o assessor de imprensa de Caran a se desculpar e participar de uma reunião com a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, e 45 funcionários que fazem parte da comunidade LGBTQ+. Aparentemente, Carano recusou e foi expulso do The Mandalorian.

O que Gina Carano quer?

A denúncia alega demissão injusta e discriminação sexual, pelas quais Carano pede pelo menos US$ 75 mil em danos punitivos e aguarda uma ordem judicial para impedir a Lucasfilm de contratá-la.

0:00
0:00