Home Histórias em quadrinhos Aposentadoria da Marvel e dos Heróis: O que acontece quando os heróis envelhecem?

Aposentadoria da Marvel e dos Heróis: O que acontece quando os heróis envelhecem?

0
Aposentadoria da Marvel e dos Heróis: O que acontece quando os heróis envelhecem?


Chip Zadarsky queria dar aos super-heróis da Marvel uma nova visão envelhecendo e criando o evento “Vingadores: Crepúsculo”.

Os heróis mais icônicos da Marvel enfrentam um crepúsculo inesperado em “Vingadores: Crepúsculo #1”, uma narrativa que gira em torno da aposentadoria dos super-heróis. Nesta edição fascinante, exploramos a vida de Steve Rogers, que, apesar das doenças crônicas de sua velhice, continua em busca de um propósito no futuro e na vibrante Nova York. Junto com velhos amigos como Luke Cage e Matt Murdock, Steve reflete sobre os dias de glória do passado e o país mudado pela Lei do Lockout.

Queda de heróis

Mas esta história não é apenas uma viagem nostálgica. Em “Vingadores: Crepúsculo”, Chip Zadarsky e Daniel Acuna, ao lado de outros artistas como Alex Ross e Sarah Pichelli, nos presentearam com o Capitão América, que, apesar de aposentado, não parou de lutar. A série mostra como Steve é ​​deixado para trás, preso em alguns aspectos à medida que o mundo avança, e como este herói da Segunda Guerra Mundial enfrenta uma América mudada.

Vingadores Incríveis

Esta nova realidade da Marvel, marcada pela Lei dos Guardiões, representa um cenário onde ações heróicas e personagens mascarados são raros. Nas palavras de Zadarski, Rogers é um personagem ideal para explorar esta América futura, pedindo que a busca pela verdade perturbe a perfeição percebida. Esse dilema moral e ético traz uma profundidade surpreendente à narrativa.

Novos Horizontes: A Evolução de Personagens Antigos

“Vingadores: Crepúsculo” não é apenas sobre o Capitão América. Nas próximas edições, veremos outros super-heróis como a Sra. Marvel vestindo trajes e papéis que nos levam de volta ao início. Esta série limitada promete revisitar personagens clássicos da Marvel sob uma nova luz.

Esta história em quadrinhos não é apenas uma história sobre super-heróis aposentados. É uma exploração ousada de como os ícones da Marvel lutam contra a mudança e o envelhecimento, enquanto mantêm sua identidade heróica em um mundo em constante evolução. Uma leitura obrigatória para os fãs a partir de 17 de janeiro.

Capitão América MarvelCapitão América Marvel

Os super-heróis clássicos da Marvel

No Universo Marvel mais amplo, os super-heróis mais antigos representam o aspecto mais fascinante e profundamente humano dos contos de super-heróis. Esses personagens, com décadas de luta contra o mal, apresentam desafios únicos de resiliência, sabedoria e envelhecimento.

Um dos exemplos mais icônicos é Steve Rogers, mais conhecido como Capitão América. Emergindo durante a Segunda Guerra Mundial, Pop-up Tranquilas e revigoradas, as histórias mais recentes exploram o envelhecimento, as doenças físicas e como ele lida com o desafio de permanecer relevante em um mundo em rápida mudança.

Outro herói clássico é Logan, também conhecido como Wolverine. À medida que o fator de cura diminui com o tempo, o envelhecimento e a longa vida de conflitos de Logan incluem cicatrizes físicas e emocionais. Apesar de suas habilidades sobre-humanas, sua velhice é uma prova de sua humanidade.

Logan maravilhosoLogan maravilhoso

Thor, o deus do trovão, também oferece uma perspectiva única sobre o envelhecimento. Como deus Asgardiano, sua expectativa de vida excede em muito a dos humanos, mas ele não está imune às lutas com a passagem do tempo, a perda de entes queridos e a evolução de seu papel como guardião do universo.

Esses super-heróis mais velhos oferecem não apenas ação e aventura, mas também reflexões sobre recuperação, adaptação e busca de propósito nas fases posteriores da vida. Representam um espelho através do qual os leitores podem ver as suas próprias lutas com o envelhecimento e a mudança, mostrando a verdadeira força na perseverança e na capacidade de adaptação a novos desafios.

0:00
0:00