Esqueça os fiascos: edição de videogame que vai economizar seu tempo

0
55
The Last of Us


Porque nem tudo na vida é uma casa de mortos e uma chuva de sangue. Descubra as joias escondidas que farão você acreditar na adaptação de videogame

Sejamos honestos: quando alguém diz “um filme baseado em um videogame”, alguns desastres cinematográficos vêm à mente. Mas além de Bloodraynes e da casa dos mortos deste mundo, existem obras que farão você reconsiderar seu cinismo. Para uma adaptação inovadora, vamos mergulhar neste universo que fica entre a poesia e a tragédia.

É hora de as lendas dos videogames ganharem vida, e não, não estou falando em gastar uma fortuna em uma skin de personagem em Fortnite. Contra todas as probabilidades, visitarei filmes e séries que mantiveram suas raízes de pixel.

Mirai Ninja: A origem de tudo está no Japão, obviamente

O primeiro filme baseado em um videogame foi Você sabia que tudo começou em 1988 e se chama Mirai Ninja? Keita Amemiya, que estava fazendo sua estreia na direção, parece ter canalizado seu talento visual para um filme de baixo orçamento, a partir dos caprichos dos geeks. A impressionante arquitetura feudal japonesa e a ficção científica desenfreada nos mostram que uma boa adaptação não precisa ter um orçamento estratosférico. Aqui o samurai corta o ar com luzes laser e tudo é possível.

Street Fighter II: Não é apenas um filme, é um ícone de uma geração.

A próxima parada nos leva ao reino do anime com Street Fighter 2: The Animated Movie. Este clássico dos anos 90, mais sombrio e violento do que qualquer versão live-action subsequente, nos dá uma ode sangrenta à masculinidade. Embora pareça clichê, o filme surpreende com suas incríveis cenas de luta e um subtexto de relações entre os personagens que o torna um pouco mais profundo do que você imagina.

Street Fighter II

Catástrofe: onde nascem as estrelas

Muito antes de Carl Urban e Dwayne “The Rock” Johnson se tornarem nomes conhecidos, Doom fez isso. E mesmo que o jogo original fosse uma versão pixelada de ‘Aliens’, o filme conseguiu adicionar um toque próprio ao gênero de ação. Doom se afasta das interpretações mais emocionantes e nos aproxima do horror sem perder o toque de polpa que nos conecta à tela.

Castlevania: Do console à plataforma de streaming

Demorou quase três décadas para Castlevania encontrar o caminho para uma adaptação digna. A Netflix tornou isso possível, e cara, eles fizeram isso bem. A série animada elevou o que inicialmente era uma confusão de clichês de terror a uma narrativa coerente e viciante. E com uma gravação de voz para tirar o chapéu.

Adaptações de videogame Adaptações de videogame

Tomb Raider: um novo começo para Lara Croft

E quando se trata de grandes estrelas, Tomb Raider leva o bolo. Alicia Vikander traz a humanidade necessária a uma personagem que poderia facilmente ser uma caricatura. Embora o enredo pareça saído de qualquer filme de aventura, ele consegue capturar a essência do jogo original ao mesmo tempo que proporciona momentos de verdadeiro drama.

Mortal Kombat: cenas épicas ao longo dos tempos

Concluímos nossa jornada com uma saga que teve a sorte de receber não uma, mas duas hipóteses decentes. Embora ambos os filmes de Mortal Kombat tenham suas peculiaridades, ambos tentam manter o espírito da saga, seja um tom casual ou sangrento e brutal.

Adaptações de videogameAdaptações de videogame

Arcane e The Last of Us: novas crianças no quarteirão

Não podemos deixar de falar sobre as últimas adaptações que estão abrindo novos caminhos. Arcane, baseado no universo League of Legends, nos proporciona uma animação incrível e uma história envolvente. Tem The Last of Us com Pedro Pascal e Bela Ramsay. Embora ainda não tenha sido lançado, as expectativas estão às alturas. A qualidade dos primeiros jogos nos faz dizer algo grande.