Resenha de Tokyo City Warriors 1, de Toshiaki Yamada

0
62
Resenha de Tokyo City Warriors 1, de Toshiaki Yamada


EDITORIAL HYDRA nos traz o maior torneio de luta do Japão, o Tokyo City Fighters. A linha de metrô Yamanote está se preparando para a batalha!

Toshiaki Yamada

A popularidade do mangá na Espanha deu origem a obras de todos os tipos e cores, mas mesmo com toda essa grande diversidade, o clássico e o tradicional nunca falham. Editorial Hydra começou a publicar Tokyo City Fighters, apresentando lutas no puro estilo Bucky Grappler.

Mangas de luta? por aqui

Após a Segunda Guerra Mundial, um torneio de luta foi organizado para manter a ordem na cidade de Tóquio. Os participantes desta competição representam cada estação da linha Yamanote do metrô, controlada por um bairro, clã ou organização, que envia um agente conhecido como Yojimbo. Longe de ser uma competição desportiva ou amigável, a competição guarda um segredo escondido, e este ano há um evento especial que vai fazer com que todos queiram vencer a qualquer custo.

Guerreiros da Cidade de Tóquio

O personagem principal deste mangá é Koinosuke Yasuda, um yojimbo do bairro de Kanda, uma das áreas mais pobres e humildes de toda Tóquio. Neste volume, nosso campeão enfrenta adversários muito singulares, como um comerciante estranho ou um guerreiro obcecado por pandas, que conseguem fazer do primeiro adversário a pessoa mais comum do mundo.

Caso não esteja claro, esta não é uma obra realista, temos aqui personagens absurdos e improváveis ​​demonstrações de força; Por exemplo, estacionar um carro usando baquetas para tocar taiko. De vez em quando, esse ridículo é planejado para criar as cenas de luta mais improváveis, mas também incríveis. Trata-se de uma obra que tem como foco o combate, onde vemos exemplos de técnicas e poderes absurdos. Tudo isto significa que temos cenas muito engraçadas, mas na melhor das hipóteses, cenas como Bucky ou os primeiros números de Dragon Ball são dignas de competições de artes marciais, por isso a diversão é garantida.

Guerreiros da Cidade de TóquioGuerreiros da Cidade de Tóquio

Embora a história não seja o importante, Yamada não a ignora e pelo menos nos dá o contexto do mundo. Por outro lado, nos dá informações suficientes sobre os personagens que aparecem no capítulo, por mais ridículos e estranhos que sejam.

Em Tokyo City Warriors, a ação é crucial, por isso a imagem do personagem principal, que está mais do que completa. O design e o acabamento dos personagens são bons em todos os filmes, além da imagem, vemos a ação, a velocidade e o perigo das duas misturas neste primeiro volume. Talvez o ponto negativo da imagem sejam os fundos que às vezes parecem vazios.

Guerreiros da Cidade de TóquioGuerreiros da Cidade de Tóquio

Edição do Tokyo City Warriors pela Editorial Hydra

Hydra fez um ótimo trabalho adaptando o mangá de Koinosuke Yasuda. Estamos vendo mangás de capa dura muito bem cuidados e com sobrecapa. Com um tamanho de 13×18 cm, as dimensões permitem uma leitura confortável e sem problemas, com espaço suficiente entre as páginas. Com um total de 192 páginas, este primeiro volume é vendido por 8,95€.

Tokyo City Warriors da Hydra é uma aposta muito interessante. Um mangá que adora uma boa luta não irá decepcionar. Longe de tentar se levar a sério, a obra nos deixa imagens espelhadas usando a ironia da luta e dos personagens.

Guerreiros da Cidade de Tóquio 1

Autor: Toshiaki Yamada

Editora: Publicação Hydra

Formato: Capa mole com sobrecapa

Dimensões: 13×18 cm

Páginas: 192 preto e branco

ISBN: 978-84-19266-93-4

Preço: 8,95€

Resumo: A luta pelo controle da linha de metrô Yamanot começou!

Explosões de punhos e corridas como você nunca viu antes!

Cada estação da linha Yamanot tem um caça! Esses guerreiros imparáveis ​​se enfrentam para decidir quem liderará. O torneio Tokyo City Warriors começou!!

Koinosuke Yasuda, um guerreiro da Estação Kanda, embarca em uma batalha pela sobrevivência da área.